Professora e alumna do IADE expõem na Galeria Monumental

Até ao próximo dia 2 de junho, quinta-feira, é possível conhecer as exposições de desenho da professora Joanna Latka e da estudante Margarida Alfacinha, na Galeria Monumental, em Lisboa.
  • Início
  • Notícias
  • Professora e alumna do IADE expõem na Galeria Monumental
Professora e alumna do IADE expõem na Galeria Monumental
23 maio 2022
Até ao próximo dia 2 de junho, quinta-feira, é possível conhecer as exposições de desenho da professora Joanna Latka e da estudante Margarida Alfacinha, na Galeria Monumental, em Lisboa.

A professora Joanna Latka dá a conhecer a sua nova série de desenho nesta sua exposição “Sanatório sob o Signo da Clepsidra”, inspirada nos contos de um dos livros mais famosos do escritor polaco, Bruno Schulz, com o mesmo nome.

São histórias situadas num lugar e num tempo indeterminados, num cruzamento surrealizante de passado e presente, na fronteira entre o real e o onírico, que dialogam de forma singular com o poder e a energia expressiva do imaginário de Joanna Latka, numa cumplicidade artística de dois aventureiros que se lançam por territórios onde não cabe aquilo a que Schulz chamou “a beleza moribunda, fechada, dos nossos museus.”

Por sua vez Margarida Alfacinha, antiga estudante do IADE, apresenta a exposição “Viva Voz”, que pretende ser um grito a romper o silêncio que cobre a vida das mulheres, no caso o percurso de vida de uma mulher artista.

“Este trabalho é o caminho de uma voz que foi silêncio, calada no tempo, traçada no espaço, impressa na tela e no papel. É a voz que se insurge contra a palavra calada, sumida, silenciada. A palavra muda, o risco, o rasgo e o grito confundem-se, misturam-se, fundem-se. É a mulher que diz, a mulher que fala, a mulher que sofre, a mulher que cala. É a mulher que luta e contribui. É o caminho do tempo que é passado, tornado presente, que finalmente se expressa e fala, que nunca mais se cala. Margarida Alfacinha traçou um percurso feito às curvas, aos esses, aos tropeções. Caminho da verdade, da revolta, da luta de ser mulher, mãe e artista. Esta voz é o lugar da liberdade de ser, sentir e de existir, mulher.”

As exposições estão disponíveis de terça a sábado, das 15h às 19h30, na Galeria Monumental situada no Campo dos Mártires da Pátria, em Lisboa. Todas as informações disponíveis no site da Galeria Monumental.

Share

Av. Dom Carlos I, 4

1200-649 Lisboa. Portugal

+351 213 939 690

© 2023 IADE. Todos os direitos reservados.