Antigas alunas lançam marca de roupa para todas as mulheres

Raquel Germano e Margarida Fêo e Torres, de 22 e 23 anos, duas antigas alunas da Licenciatura em Marketing e Publicidade [https://www.iade.europeia.pt/cursos/licenciaturas/licenciaturas/marketing-e-publicidade] do IADE, criaram a Everybodies [https://www.instagram.com/everybodiespt/], a “nova marca portuguesa que quer empoderar as mulheres criando peças de roupa que se adaptam a todos os corpos. E a todas as situações.” Raquel Germano and Margarida Fêo e Torres, aged 22 and 23, two former students of the IADE Marketing and Advertising Degree, created Everybodies, the “new Portuguese brand that wants to empower women by creating garments that adapt to all bodies. And in all situations.”
  • Início
  • Notícias
  • Antigas alunas lançam marca de roupa para todas as mulheres
Antigas alunas lançam marca de roupa para todas as mulheres
24 setembro 2021
Raquel Germano e Margarida Fêo e Torres, de 22 e 23 anos, duas antigas alunas da Licenciatura em Marketing e Publicidade [https://www.iade.europeia.pt/cursos/licenciaturas/licenciaturas/marketing-e-publicidade] do IADE, criaram a Everybodies [https://www.instagram.com/everybodiespt/], a “nova marca portuguesa que quer empoderar as mulheres criando peças de roupa que se adaptam a todos os corpos. E a todas as situações.” Raquel Germano and Margarida Fêo e Torres, aged 22 and 23, two former students of the IADE Marketing and Advertising Degree, created Everybodies, the “new Portuguese brand that wants to empower women by creating garments that adapt to all bodies. And in all situations.”

Porque é a roupa que se deve adaptar a nós e nunca nós à roupa?”, questionam. “Decidimos criar uma coleção de vestidos de cetim desenhados, desenvolvidos e pensados na especificidade dos corpos femininos e que, ao mesmo tempo, trabalhem a aceitação e normalização de cada detalhe das nossas curvas, sinais, marcas de nascença, seja o que for.” (in NIT.pt)

Mas antes de lançar a coleção, fizeram uma espécie de estudo de mercado no Instagram, onde marcaram presença sem produto e criaram uma comunidade, a quem perguntaram tudo o que queriam saber para criar uma marca adaptada às necessidades reais de mulheres reais: “Lançámos um questionário que teve mais de 500 respostas em menos de 24 horas. Quisemos saber como as mulheres se descrevem, qual a maior insegurança sentida com o seu corpo e, a título de desabafo, pedimos que nos contassem um episódio em que tivessem sentido vergonha do mesmo.”

São as clientes que constroem os seus vestidos. Os primeiros quatro modelos vão chamar-se Força, Liberdade, Confiança e Coragem, as quatros palavras mais escolhidas no questionário. Escolhido o modelo, há oito cores alegres disponíveis, bem como ajustadores de alças em dourado ou prateado.

Todos os materiais e packaging são 100% produzidos em Portugal!

Raquel e Margarida trabalham ambas em agências de publicidade e influência, respetivamente. A Everybodies é um projeto paralelo às oito horas de trabalho diário. Lançar a marca durante a pandemia ajudou-as a perceber que têm demasiada roupa e que é melhor ter algumas peças de qualidade do que tê-las em grande quantidade. “A sustentabilidade no mundo da moda é um assunto muito importante para nós, somos cada vez mais apologistas de peças de boa qualidade, que durem mais tempo e que possamos usar de várias formas. É o que queremos com a marca."

**************

“Why is clothing that must adapt to us and never us to clothing?”, they question. "We decided to create a collection of satin dresses designed, developed and thought of the specificity of women's bodies and that, at the same time, work on the acceptance and standardization of every detail of our curves, signs, birthmarks, whatever." (in NIT.pt)

But before launching the collection, they did a kind of market study on Instagram, where they made their presence felt without a product and created a community, who were asked everything they wanted to know to create a brand adapted to the real needs of real women: “We launched a questionnaire that had more than 500 responses in less than 24 hours. We wanted to know how women describe themselves, what is the greatest insecurity felt with their body and, as a relief, we asked them to tell us an episode in which they felt ashamed of it.”

It is the customers who build their dresses. The first four models will be called Strength, Freedom, Confidence and Courage, the four most chosen words in the questionnaire. With the model chosen, there are eight cheerful colors available, as well as strap adjusters in gold or silver.

All materials and packaging are 100% produced in Portugal!

Raquel and Margarida both work in advertising and influence agencies, respectively. Everybodies is a side project to the eight hours of daily work. Launching the brand during the pandemic helped them to realize that they have too much clothing and that it's better to have some quality items than to have them in large quantities. “Sustainability in the fashion world is a very important issue for us, we are more and more apologists for good quality pieces that lasts longer and that we can use in various ways. That's what we want with the brand."

Share

Av. Dom Carlos I, 4

1200-649 Lisboa. Portugal

+351 213 939 690

© 2023 IADE. Todos os direitos reservados.