MEDIA

Comunicados de Imprensa

20/dez/2016 12:23:59

Especialista chileno analisa cartazes políticos na “era Allende”


 Palestra de Maurício Vico Sánchez mostra como o design potencia mensagens políticas e desejos de esperança e mudança. Entrada gratuita

 

Lisboa, 21 de setembro de 2016 - Médico e político chileno, Salvador Allende foi o primeiro Presidente da República socialista marxista eleito democraticamente na América Latina. Governou entre 1970 e 1973, altura em que foi deposto por um golpe de estado liderado por Augusto Pinochet. A história já está escrita, mas Maurício Vico Sánchez, diretor do Departamento de Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Chile, quer agora refletir sobre este período, olhando para os cartazes e os movimentos estudantis da época. 

Na segunda-feira, dia 3 de outubro, às 18h00, o IADE – Creative University abre as suas portas a Sánchez e à sua palestra “Cartazes políticos no Chile e os movimentos estudantis durante o governo de Salvador Allende”. A iniciativa, com entrada gratuita, tem apoio da UNIDCOM – unidade de investigação do instituto universitário – e pretende sublinhar a importância do design para conseguir transmitir mensagens políticas e comunicar desejos de esperança, resistência e mudança. 

A imagem surge, assim, como uma ferramenta que pode captar a atenção do cidadão. Veja-se, a título de exemplo, os símbolos visuais (como as bandeirinhas) utilizados durante as manifestações estudantis pró e contra, depois de Allende ter feito uma reforma no setor da educação que permitia a integração de crianças de famílias de classe baixa em escolas reservadas às elites. Os cartazes surgem como a base que poderia ajudar a construir o sentimento de comunidade e de identidade das pessoas que pretendiam “criar” outro tipo de sociedade. 

Da Finlândia a Cuba: um especialista internacional

Maurício Vico Sánchez é um designer licenciado em História de Arte e Estética pela Universidade do Chile (UC) e, atualmente, encontra-se a tirar um doutoramento em Investigação de Desenho na Universidade de Barcelona. Para além do trabalho de académico e investigador na UC, Sánchez já proferiu palestras e conferências em várias instituições de ensino chilenas, bem como de outros países, como a Universidade de Palermo (Buenos Aires), Universidade de Arte e Design (Helsínquia), Escola de Desenho (Havana) ou a Universidade del Azuay (Equador). 

Já publicou vários livros, com destaque para “Desbocados”, “El Cartel Chileno, 1963-1973”, “Un Grito en la Pared” ou “Psicodelia, Compromisso Político y Exilio en el Cartel Chileno” (vencedor do Prémio Altazor 2010, na categoria Artes Visuais: Ilustrações e Desenho). Foi ainda editor de “Animal Cautivo”, da poetisa Lila Calderón, e “+ de 100 Definiciones de Diseño”, compilado por Gabriel Simón. Sobre a área do desenho, Maurício Vico Sánchez também escreveu vários artigos que foram publicados em revistas chilenas.


AGENDA

Conheça os próximos eventos do IADE.

VER AGENDA

 

Facebook Feed