MEDIA

Comunicados de Imprensa

19/dez/2016 15:56:46

Aluna do IADE propõe reinvenção dos equipamentos do metro


 

Margarida Chincho criou um projeto que torna o metropolitano mais confortável e ajustado às necessidades dos utilizadores portugueses

Lisboa, 26 de fevereiro de 2016 - Margarida Chincho é fascinada pelo comportamento das massas em locais públicos, considerando que devem ser alvo de atenção de todos. Para a jovem, deve resgatar-se a crença na força do coletivo para projetarmos um futuro menos sombrio e individualista. Por isso mesmo, a aluna de Mestrado em Design de Produção no IADE – Creative University, em Lisboa, desenvolveu uma tese sobre a “Mobilidade e Conforto das Massas em Espaços de Transporte Público” que obteve 19 valores. 

A jovem constatou que as pessoas se sentiam desconfortáveis no metropolitano e que, por isso, muitas vezes evitavam a utilização deste tipo de transporte público. Com este mote, Margarida Chincho criou um projeto – orientado pelo docente do IADE António da Cruz Rodrigues – que desconstrói a ideia de que os equipamentos das carruagens do metro devem ser lineares, inflexíveis e estáticos, sugerindo cadeiras modulares. O objetivo é o de criar uma proposta apelativa que incentive os portugueses a viajarem mais de transportes públicos, indo ao encontro do apelo de muitos municípios nacionais e internacionais no que toca à utilização de autocarros, metros e bicicletas, tendo como foco a sustentabilidade ambiental. 

A solução proposta pela aluna do IADE permite tornar o metropolitano mais agradável e dinâmico, tendo em conta o comportamento dos utilizadores do metro que preferem, por exemplo, encostar-se ou apoiar-se em vez de se sentarem. Tendo como inspiração as obras do escultor uruguaio Ricardo Pascale, da escultora polaca Alicja Kwade, do artista japonês Kazuko Miyamoto ou do escultor russo Naum Gabo, os objetos permitem que o utilizador se encoste de diversas maneiras e utilize a estrutura como meio de apoio para pousar os seus pertences. 

Com um formato mais ergonómico e orgânico, a reinterpretação da jovem ao equipamento torna-se assim mais adaptável à anatomia humana e ajustada às necessidades de cada indivíduo. Num futuro próximo, a aluna do IADE não exclui a ideia de que se possa implementar a solução nos metros portugueses, com estudos mais apurados ao nível de segurança e de usabilidade. 

Sobre o IADE

 O IADE foi fundado, em Lisboa, em 1969, tendo sido pioneiro do ensino do design em Portugal. Atualmente, a instituição é a que mais estudantes forma nesta área, apresentando, uma taxa de empregabilidade de 97 por cento. O IADE confere graus académicos para todos os ciclos de estudo do ensino superior, bem como Pós-Graduações, em áreas de formação relacionadas com Design, Artes e Comunicação, Marketing, Publicidade e Fotografia.

 Sobre a Laureate International Universities

O IADE-Creative University integra a rede Laureate International Universities que, em Portugal, inclui ainda a Universidade Europeia e o IPAM-The Marketing School.  A Laureate é líder mundial na oferta de instituições de ensino superior e, pelas suas 80 escolas, circulam mais de 1 milhão de estudantes bem como uma rede de professores e investigadores, cujo principal objetivo é contribuir para a inovação e  produção de conhecimento em todo o mundo.

Dispersas por 28 países e presentes nos cinco continentes, as universidades da rede Laureate oferecem programas de licenciaturas, mestrado e doutoramento em áreas tão distintas como a Arquitetura, Gestão, Turismo, Desporto, Design, Engenharia, Ciências da Saúde, Medicina e Direito, entre outras.

A comunidade Laureate acredita no poder transformador da Educação e tem como missão influenciar de forma positiva e duradoura a vida dos seus estudantes, professores e colaboradores: ”Quando os nossos estudantes brilham, os países prosperam e as sociedades evoluem”.


AGENDA

Conheça os próximos eventos do IADE.

VER AGENDA

 

Facebook Feed