BLOG

#CreatingCreators  

18/05/2022

O jogo da educação


Houston we have a problem: escrevi aqui algures, em tempos, que o decréscimo do efeito Flynn é cada vez mais evidente, pois o QI dos filhos, pela primeira vez em décadas de monitorização, é inferior ao dos pais. Pois, mas parece que... afinal já não!

artigo de opinião Carlos Rosa 18_05

Num recente estudo, sobre o impacto da exposição aos videojogos, televisão e redes sociais na inteligência de crianças, provou-se que os videojogos têm um impacto positivo no desenvolvimento intelectual das crianças pois as que jogaram mais videojogos, mostraram um acréscimo em ganhos de inteligência. Em oposição, os que viram televisão ou estiveram apenas mergulhados nas redes sociais, mantiveram os seus níveis intelectuais. Este estudo que envolveu cerca de 9800 crianças entre os 9 e os 10 anos que foram depois monitorizadas 2 anos mais tarde, foi publicado pela Nature, uma das mais reputadas editoras em vários campos da ciência, portanto eu diria que em termos de credibilidade científica o artigo cobre todos os pressupostos.

Excerto do artigo de opinião de Carlos Rosa, Designer e diretor do IADE - Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação da Universidade Europeia, para o Diário de Notícias.

O artigo completo está disponível aqui.

 



 

VOLTAR >>