BLOG

#CreatingCreators  

26/01/2021

A lei de Lavoisier aplicada ao comércio


As lojas de proximidade e/ou conveniência são definidas como estabelecimentos comerciais alimentares de pequena dimensão e sortido limitado, de natureza independente, associada ou integrada, por vezes em regime de franquia, com localizações muito diversas, tais como, centros de cidades, ruas comerciais, postos de abastecimento de combustíveis, estações ferroviárias. 

joserosseau_news

 

O seu objetivo é satisfazer as necessidades imediatas do consumidor, privilegiando um sortido de produtos frescos hortofrutícolas, produtos de grande rotação e de utilidade doméstica e funcionando em horários alargados.

A reduzida dimensão destas organizações (e do seu negócio), apontada quase sempre como um sério constrangimento no setor do comércio a retalho, pode constituir-se como um fator decisivo da sua capacidade de adaptação, por via de uma maior flexibilidade para a introdução de mudanças. No entanto, embora o número de lojas retalhistas independentes, principalmente as de sortidos alimentares, tenha vindo a reduzir-se, elas ainda representam, em quase todos os países, um número significativo do total de empresas e lojas retalhistas.

 

Excerto do artigo de opinião de José António Rosseau, professor no IPAM e investigador no IADE/UNIDCOM. O artigo completo está disponível aqui.

 

 

VOLTAR >>


AGENDA

Conheça os próximos eventos do IADE.

VER AGENDA